Exposição Atividades Pedagógicas Seleção de fontes
 

Referências Bibliográficas

ABREU, Jonas Modesto; CONCEIÇÃO, Silvano da. Cultura Política e Relações de Poder em São Paulo: Uma Análise do Imaginário Social Paulista na Década de 1930. OPSIS, Catalão, GO, v. 11, n. 2, p. 63-74, jul./dez. 2011. Disponível em:
<http://www.revistas.ufg.br/index.php/Opsis/article/view/14762/10502>. Acesso em: 20 jun. 2012.

ABREU, Marcelo Santos de. A Revolução Constitucionalista de 1932: memorialismo, historiografia e produção do silêncio. In: JORNADA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA SOCIAL DA UFRJ, 2007, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: UFRJ, 2007. Disponível em: <http://revistadiscenteppghis.files.wordpress.com/2009/05/marcelo-abreu-a-revolucao-constitucionalista-de-1932_-memorialismo-historiografia-producao-do-silencio.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

______. A Revolução Constitucionalista de 1932: historiografia e história. In: ENCONTRO DE HISTÓRIA DA ANPUH-RJ, 13., 2008, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Anpuh, 2008. Disponível em:
<http://encontro2008.rj.anpuh.org/resources/content/anais/1215609388_ARQUIVO_
ARevolucaoConstitucionalistade1932.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

______. Luto e Culto Cívico dos Mortos: as tensões da memória pública da Revolução Constitucionalista de 1932 (São Paulo, 1932-1937). Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 31, n. 61, p. 105-123, 2011.
Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbh/v31n61/a06v31n61.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

ARAÚJO, Rita de Cássia Barbosa de. O voto de saias: a Constituinte de 1934 e a participação das mulheres na política. Estudos Avançados, São Paulo, v. 17, n. 49, 2003. Disponível em:
<http://www.scielo.br/pdf/ea/v17n49/18401.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

BASTOS, Expedito Carlos Stephani. Mobilização Industrial: Principais Óbices e Estratégias para superá-los. Juiz de Fora, MG. Escola Superior de Guerra, Juiz de Fora, MG, 24 p. 1997. Disponível em:
<http://www.ecsbdefesa.com.br/defesa/fts/ESG1997.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

BRASIL. Lei n. 12.430, de 20 de junho de 2011. Inscreve os nomes de Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo (MMDC), heróis paulistas da Revolução Constitucionalista de 1932, no Livro dos Heróis da Pátria. Presidência da República Federativa do Brasil. Planalto, Brasília, DF, 20 jun. 2011. Disponível em:
<https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12430.htm>. Acesso em: 17 maio 2012.

DAVIDOFF, Carlos H. Revolução de 1932. In: Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro – Pós 1930. Rio de Janeiro, FGV. (Verbetes selecionados). Disponível em:
<http://www.cpdoc.fgv.br<. Acesso em: 23 fev. 2012.

______. Partido Republicano Paulista (PRP). In: Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro – Pós 1930. Rio de Janeiro, FGV. (Verbetes selecionados). Disponível em:
<http://www.cpdoc.fgv.br>. Acesso em: 23 fev. 2012.

______. Partido Democrático de São Paulo (PD). In: Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro – Pós 1930. Rio de Janeiro, FGV. (Verbetes selecionados). Disponível em:
<http://www.cpdoc.fgv.br>. Acesso em: 23 fev. 2012.

DOMINGUES, Petrônio. “Paladinos da Liberdade”. A Experiência do Clube Negro de Cultura Social em São Paulo (1932-1938). Revista de História, São Paulo, n. 150, p. 57-79, 1º – 2004. Disponível em:
<http://www.revistasusp.sibi.usp.br/pdf/rh/n150/a04n150.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

______. Os “Pérolas Negras”: A Participação do Negro na Revolução Constitucionalista de 1932. Afro-Ásia, Salvador, BA, n. 29/30, p. 199-245, 2003. Disponível em:
<http://www.afroasia.ufba.br/pdf/afroasia_n29_30_p199.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

MARINS, Paulo César Garcez. O parque do Ibirapuera e a construção da identidade paulista. Anais do Museu Paulista, São Paulo, v. 6/7, 1998-1999. (Editado em 2003). Disponível em:
<http://www.scielo.br/pdf/anaismp/v6-7n1/02.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

PENA, Maria Valéria Junho. A Revolução de 30, a Família e o Trabalho Feminino. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 37, p. 78-83, mai. 1981. Disponível em:
<http://www.fcc.org.br/pesquisa/publicacoes/cp/arquivos/484.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

RODRIGUES, João Paulo. Regionalismo e insubordinação: o imaginário social paulista e a campanha “constitucionalista” de 1932 em São Paulo. Revista Territórios e Fronteiras, Mato Grosso, v. 4, n. 1, jan./jul. 2011. Disponível em:
<http://www.ppghis.com/territorios&fronteiras/index.php/v03n02/article/view/95/93>. Acesso em: 20 jun. 2012.

SÃO PAULO (Estado). Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Lei n. 9497, de 5 de março de 1997. Institui, como feriado civil, o dia 9 de julho, data magna do Estado de São Paulo. Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, São Paulo, 5 mar. 1997. Disponível em: <http://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/lei/1997/lei%20n.9.497,%20de%2005.03.1997.htm>. Acesso em: 17 maio 2012.

SCHPUN, Mônica Raisa. Carlota Pereira de Queiroz: Uma Mulher na Política. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 17, n. 33, p. 167-200, 1997.

SOUZA, William E. Righini; CRIPA, Giulia. “Monumento ao soldado constitucionalista” de 1932: uma análise de seu valor memorial nas significações oficiais e populares. Revista CPC, São Paulo, n. 5, p. 6-21, nov. 2007/abr. 2008. Disponível em:
<http://www.revistasusp.sibi.usp.br/pdf/cpc/n5/a02n5.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

TORAL, André. O lado opaco do espelho: as imagens do Movimento de 32, setenta anos depois. FACOM, São Paulo, n. 11, 2º sem. 2003. Disponível em:
<http://www.faap.br/revista_faap/revista_facom/facom_11/facom_11.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

WOODARD, James P. Regionalismo Paulista e Política Partidária nos Anos Vinte. Revista de História, São Paulo, n. 150, p. 41-56, 1º – 2004. Disponível em:
<http://www.revistasusp.sibi.usp.br/pdf/rh/n150/a03n150.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2012.

Arquivo Público do Estado de São Paulo